Inscreva-se na newsletter

Inscreva-se na newsletter de FCA Press e fique atualizado sobre todas as novidades

27 abr 2020

Arranca a produção em Sevel. Compromisso da FCA é salvaguardar a saúde e a segurança nos locais de trabalho

Arranca a produção em Sevel. Compromisso da FCA é salvaguardar a saúde e a segurança nos locais de trabalho

Mais de 300 mil metros quadrados de superfície desinfetados nas oficinas, instalados cerca de 130 dispensadores higienizantes, difusão das informações de prevenção junto dos trabalhadores através de 15 maxiposters e 25 monitores de vídeo, entregues mais de 6000 brochuras informativas e afixados 18000 cartazes, uma dezena de telecâmaras termográficas de controlo da temperatura corporal nos acessos e mais de 600 pontos com equipamento de desinfeção para que os empregados possam limpar diariamente as ferramentas que utilizam durante o seu turno de trabalho. Estes são só alguns dos números que caracterizam o regresso hoje ao trabalho da maior parte dos mais de 6000 empregados da fábrica Sevel de Atessa, “joint venture” com o Grupo PSA onde são produzidos veículos protagonistas no setor dos comerciais.

 

Estas e outras medidas fazem parte do acordo assinado no passado dia 9 de abril com as organizações sindicais nacionais FIM-CISL, UILM-UIL, FISMIC, UGLM, AQCFR e FIOM-CGIL para implementar nas instalações italianas da FCA todas as ações possíveis para garantir a todos os trabalhadores do Grupo a máxima segurança sanitária no momento do recomeço das atividades de produção até agora suspensas devido à COVID-19. Simultaneamente, recomeçou também a atividade de algumas pequenas divisões de Cassino, Pomigliano, Termoli e Mirafiori ligadas à fábrica de Abruzzo para produção de componentes.

 

“O que hoje demonstrámos em Sevel de Atessa – comentou Pietro Gorlier, COO da FCA para a região EMEA – é o exemplo concreto da prioridade do empenho na proteção dos nossos trabalhadores. A reabertura de hoje, em Abruzzo, e o recomeço das atividades de investigação, desenvolvimento e produção de veículos de pré-série dos modelos elétricos e híbridos em Turim e Melfi são fruto de um aprofundado trabalho com especialistas e virólogos que se concluiu com um acordo com todas as organizações sindicais.  Trabalhamos diariamente com o Governo e com todas as autoridades locais – acrescentou – para relançar a produção em Itália, mas sem admitir qualquer negligência em relação à segurança das pessoas em todas as fábricas ou escritórios da FCA”.

 

Antes do regresso dos trabalhadores, foram renovadas em Sevel todas as obras de limpeza, higienização e saneamento que já tinham sido efetuadas por ocasião da suspensão da atividade, em 17 de março passado: entre outras, foram feitas intervenções em 18 áreas de descanso, em 52 instalações sanitárias, em 29 vestiários com mais de 7400 armários, em 2 postos médicos e em 4 refeitórios, que verão a capacidade reduzida e os turnos ampliados para respeitar a norma da distância de um metro entre as pessoas. Todas estas zonas foram equipadas com material sanitário destinado aos empregados (gel higienizante, sabão mais agressivo para os micro-organismos, kit para limpeza das superfícies, etc.) para quaisquer exigências e proteção. Foi colocada sinalética de segurança específica em toda a fábrica.

 

Antes do arranque da produção, foi enviado aos empregados da fábrica de Sevel, por WhatsApp e por e-mail, um link para uma página web dedicada à partilha e difusão das medidas a adotar em todos os departamentos da empresa e vídeos tutoriais explicativos. Entre outras, a distância de mais de um metro entre todas as pessoas, as modalidades para lavagem das mãos tanto com água e sabão como com líquido higienizante, as modalidades de abastecimento nos distribuidores de água com copos/garrafas, as medidas a respeitar nos refeitórios e as modalidades corretas de gestão das reuniões. Foram ainda transmitidas informações sobre a gestão de possíveis sintomas de COVID-19 e sobre as ações de prevenção a adotar nas situações de emergência.

 

Também a organização do trabalho na linha de produção e nos escritórios foi remodelada com base nas exigências sanitárias para permitir a redistribuição dos trabalhadores e uma maior distância entre aqueles que estavam envolvidos nos trabalhos a curta distância de equipamento dos veículos. Nas secções de produção foi ainda limitada, na medida do possível e com base em exigências específicas, a mobilidade das pessoas entre as várias unidades.  Foram adotadas análogas medidas nas áreas comuns, enquanto nos 85 escritórios das instalações foram utilizadas barreiras de proteção entre os empregados ou feitas diversas deslocações dos postos de trabalho. As pausas coletivas foram diferenciadas entre os vários departamentos e repartidas ao longo de todo o turno.

 

Nos próximos dias, prosseguirá a formação sobre as normas de segurança através das plataformas on-line de e-learning, os normais canais de comunicação interna, e com os responsáveis dos diversos setores com o suporte de pessoal especializado e médico.

 

Foi ainda entregue a cada empregado da FCA de Atessa um kit pessoal com máscaras cirúrgicas e luvas (que será renovado todos os dias) e um par de óculos para usar durante as operações de limpeza do próprio posto de trabalho. A dotação de máscaras entregue permitirá que quem utiliza os transportes públicos possa usufruir da máscara adicional também durante o trajeto casa-trabalho e vice-versa.

 

Por fim, foram implementados, nas cancelas de acesso de Sevel, os rígidos controlos previstos no acordo assinado entre a FCA e as organizações sindicais. Dependendo das situações, para aqueles que entraram a pé ou de carro, foi feita, por pessoal de primeiros socorros e médico convenientemente protegido por dispositivos específicos, a medição da temperatura corporal utilizando telecâmaras térmicas fixas e móveis e termómetros manuais à distância.

 

Porto Salvo, 27 de abril de 2020

 

Outros materiais

Inscreva-se na newsletter.

INSCREVA-SE AGORA